terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Extracção em Portugal

Nada como começar pelo principio (não é bem o principio porque senão teria que voltar à geologia ou melhor pedrologia) e tentar ver como se desenha a indústria da pedra em Portugal.
A indústria da pedra natural engloba a extracção e transformação para fins ornamentais ou industriais, dividindo-se em 2 sectores - rochas industriais e rochas ornamentais.
Estes 2 fazem com que as empresas em Portugal estejam inseridas na CAE 14 e 26

Rochas industriais
  • Extracção de granitos e rochas afins
  • Extracção de mármore rochas similares
  • Extracção de calcário e cré
  • Extracção de ardósia
  • Extracção de saibro, areia e pedra britada.
Rochas ornamentais
  • Fabricação de artigos de mármore e rochas similares
  • Fabricação de artigos de ardósia
  • Fabricação de artigos de granito e rochas n.e.


As empresas extractivas estão localizadas em zonas de pedreiras rodeadas pelas empresas transformadoras. Exemplo disso será Pêro Pinheiro (distrito de Lisboa) onde se explora (ou explorou???) calcário. A região de Borba e Vila Viçosa são outros exemplos.

O sector das rochas ornamentais em Portugal compreende extracção e transformação de 3 grandes grupos de pedra
  1. Mármore
  2. Granito
  3. Ardósias e xistos
Penso que o mármore será o mais extraido em Portugal seguido pelo granito.
Nos posts seguintes vou explorar um pouco mais estes 3 tipos de rochas.

Seria interessante ter valores de produção nacionais, como estamos em termos de importações e exportações, novas oportunidades de exploração, etc..

Sem comentários:

Enviar um comentário